O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

terça-feira, 29 de julho de 2014

BRASILEIRÃO 2014 SÉRIE " B "

DataHoraResultadoLocal
29/07/2014 (Ter)21h00Portuguesa0x0OesteCanindé - São Paulo
29/07/2014 (Ter)19h00Náutico1x0IcasaArena Pernambuco - São Lourenço da Mata

Ronaldinho agradece Atlético em redes sociais e posta vídeo com seus grandes momentos "Tudo isso vou levar comigo pro resto da vida com orgulho e privilégio de ter usado esta camisa! Obrigado, Galo!!"

Reprodução


Um dia após rescindir o contrato com o Atlético, Ronaldinho Gaúcho usou as redes sociais para passar a sua primeira mensagem ao torcedor como um ex-jogador do clube. O camisa 10 postou um vídeo com uma mensagem carinhosa no Twitter, no Facebook e no Instagram.

“Dois anos de muita emoção. Conquistamos juntos títulos e vitórias. Foi lindo ver lá do gramado vocês cantando, vibrando, mandando energia nos momentos mais difíceis, a cada lance, a cada drible, a cada grito de gol. Tudo isso vou levar comigo pro resto da vida com orgulho e privilégio de ter usdo esta camisa! Obrigado, galo! Obrigado, papai Kalil! Obrigado, minha galoucura! Obrigado a todos os atleticanos! Obrigado a minha família! Deus, obrigado por ter me dado esta vida de atleta, de ter forças para continuar a fazer o que mais amo e pela família e amigos que estão sempre comigo!”, diz a mensagem assinada pelo armador.

Rapidamente, a mensagem se espalhou entre torcedores atleticanos. Muitos demonstraram sua gratidão pelos dois anos e um mês de serviços prestados ao Galo. Ronaldinho fez 88 jogos, marcou 28 gols, deu 32 assistências e conquistou três títulos (Mineiro, Libertadores e Recopa) desde junho de 2012.

Nesta quarta-feira, o meia vai à Cidade do Galo para se despedir dos jogadores, comissão técnica e diretoria. Ele ainda vai conceder uma entrevista coletiva com o presidente alvinegro, Alexandre Kalil.

O futuro do jogador ainda é incerto. Especula-se que clubes de Estados Unidos, Turquia e China estão interessados em contratá-lo. 

Koff revela negociação simples com Felipão: "Acerto feito em guardanapo" Presidente do Grêmio se encontrou com o técnico nesta terça em São Paulo para alinhavar a contratação. Desejo antigo, Felipão retornara ao clube na quarta-feira

Por Porto Alegre

Felipão Fábio Koff Arena Grêmio (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA )Koff e Felipão se encontraram em março durante o curso de Gestão de Clubes (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA )
O contrato do técnico Luiz Felipe Scolari ainda não foi finalizado. Cláusulas são redigidas e o ponto final ficará para quarta-feira, dia em que o velho conhecido dos tricolores volta a Porto Alegre para comandar o Grêmio. Em reunião com o treinador nesta terça, em São Paulo, a negociação - que começou a ser apalavrada por contato telefônico ainda no domingo - foi alinhavada com anotações em um pedaço de papel, segundo o presidente Fábio Koff. 
- Fui a São Paulo para fechar a negociação e alguns detalhes que ficaram pendentes serão resolvidos com a chegada dele (...) Tem cláusulas que nem estão redigidas, foram ajustes verbais. Algumas cláusulas são confidenciais. Não temos contrato, temos a palavra comprometida e amanhã vamos acertar - avisou Koff, que finalizou a entrevista à Rádio Guaíba com a seguinte frase, em meio a sorrisos:
- O acerto foi redigido num guardanapo de restaurante.
Senti garra, gana, aquela vontade de vencer. Ele estava perfeitamente informado do elenco do Grêmio, tem acompanhado os jogos. Foi um desfecho relativamente fácil 
Fábio Koff, presidente do Grêmio
De acordo com o presidente, a contratação de Felipão era seu desejo desde o ano passado. Mas a ida do técnico à seleção brasileira impossibilitou a concretização do sonho. Entusiasmado com a volta do treinador ao Grêmio, Koff relatou na mesma entrevista que notou “vontade nos olhos” do comandante durante a conversa em São Paulo.
- Senti garra, gana, aquela vontade de vencer. Ele estava perfeitamente informado do elenco do Grêmio, tem acompanhado os jogos. Foi um desfecho relativamente fácil, uma contratação perseguida desde o ano passado e que felizmente deu certo - contou. - Senti vontade nos olhos - reiterou.
Essa será a terceira passagem de Felipão pelo Grêmio. A primeira foi em 1987, quando foi campeão gaúcho. Retornou ao Tricolor em 1993, depois de ter conquistado a Copa do Brasil com o Criciúma em cima do próprio Grêmio. O técnico teve um início complicado na segunda vez no time gremista, mas sua permanência foi bancada pelo mesmo presidente de hoje, Fábio Koff. O resultado da insistência deu certo: Felipão venceu a Copa do Brasil de 1994, a Libertadores de 1995 e o Brasileirão de 1996.

PERFIL
Nome: Luiz Felipe Scolari
Idade: 65 anos
Clubes: CSA, Caxias, Brasil de Pelotas, Al-Shabab, Juventude, Grêmio, Coritiba, Criciúma, Júbilo Iwata, Palmeiras, Cruzeiro, Seleção Brasileira, Seleção de Portugal, Chelsea, Bunyodkor
Títulos: Copa do Brasil (1991, 1994, 1998 e 2012), Libertadores (1995 e 1999), Recopa Sul-Americana (1995), Brasileirão (1996), Copa Mercosul (1998), Torneio Rio-São Paulo (2000), Copa Sul-Minas (2001), Copa do Mundo (2002), Copa das Confederações (2013).

Membros de torcida organizada do Botafogo invadem sede para cobrar explicações do presidente Dezenas de torcedores foram até General Severiano, mas nenhum dirigente foi encontrado.

Yahoo Esporte Interativo
Exibir foto

A crise no Botafogo parece não ter fim.  Dezenas de integrantes da maior torcida organizada do clube invadiram a sede de General Severiano, na tarde desta terça-feira (29), em busca de dirigentes do clube. O principal alvo era o presidente Maurício Assumpção. No entanto, o mandatário não foi encontrado.



General Severiano (Foto: Reprodução Internet)

Veja também:
Segundo BID da CBF, Edílson e Sheik não poderiam jogar clássico contra o Flamengo
Jogadores fazem reunião e atrasam treino do Botafogo
Os torcedores queriam cobrar explicações sobre o péssimo desempenho do time no Campeonato Brasileiro e a grave situação financeira do clube. Atualmente, o Botafogo deve aos funcionários cinco meses de direitos de imagem, três na carteira de trabalho e FGTS. No último domingo (27), na partida contra o Flamengo, os jogadores entraram em campo com uma faixa de protesto contra a diretoria.

O alvinegro volta a campo no próximo sábado, às 18:30, contra o líder Cruzeiro, no Maracanã. Atualmente a equipe está em 13º lugar, com 12 pontos.

UFC anuncia duelo entre Anderson Silva e Nick Diaz para dia 31 de janeiro de 2015 Ultimate marca retorno do ex-campeão dos médios para o primeiro mês de 2015

Yahoo Esporte Interativo
Anderson Silva vai voltar aos octógonos em janeiro de 2015

Anderson Silva vai voltar aos octógonos em janeiro de 2015
Anderson Silva já sabe quando será seu retorno aos octógonos. Será em janeiro de 2015. O adversário será o polêmico Nick Diaz. A luta estava sendo especulada já há algum tempo e o UFC anunciou a notícia na noite dessa terça-feira.

O presidente do UFC, Dana White publicou uma imagem em sua conta no Instagram, confirmando o duelo

Exibir foto
.
Foto postada por dana White em sua conta no Instagram (Reprodução Instagram)
Foto postada por dana White em sua conta no Instagram (Reprodução Instagram)


Além da imagem, Dana White, fez um pronunciamento no programa americano "Sportscenter".

"A luta que todos os fãs estão esperando e que vem pedindo tanto, finalmente vai acontecer. Acertamos a volta de Anderson Silva contra Nick Diaz no dia 31 de janeiro, em Las Vegas. Essa será a luta principal, disputada em cinco rounds e no peso-médio", disse.

Adilson Batista muda esquema e escala Dakson ao lado de Douglas A véspera de pegar a Ponte Preta, Adilson Batista decidiu montar o time com Dakson ao lado de Douglas, e Rodrigo fazendo dupla de zaga com Douglas Silva.

Adilson Batista deu a entender no treinamento da véspera da partida contra a Ponte Preta, pela Copa do Brasil, que vai se arriscar mais em campo: o time comandado pelo treinador ganhou Dakson ao lado de Douglas no meio de campo. Habitualmente, o técnico coloca três volantes mais o camisa 10. Além disso, a ideia da sacada de Luan da equipe titular foi reforçada, e Rodrigo - que ficou fora de três partidas, desde a paralisação da Copa do Mundo - deve fazer dupla com Douglas Silva no setor defensivo.
Nas atividades desta terça-feira, em São Januário, o time titular formado por Martín Silva, Carlos Cesar, Rodrigo, Douglas Silva, Diego Renan, Guiñazu, Fabrício, Dakson, Douglas, Kleber e Thalles trabalhou em campo reduzido. Ao longo do treinamento, Adilson testou também Lucas Crispim no lugar de Thalles, no ataque.
Um treinamento de bola parada, para testar tanto o setor ofensivo quanto o defensivo, também foi realizado. O jogo com a Ponte Preta é o terceiro contra o mesmo adversário em uma semana. No jogo de ida pela Copa do Brasil, quarta-feira passada, o Vasco venceu por 2 a 0. Pela Série B do Campeonato Brasileiro, no último sábado, as equipes empataram por 0 a 0.
Treino na véspera de enfrentar a Ponte
Vasco e Ponte Preta se enfrentam nesta quarta-feira, em São Januário, pela volta da terceira fase da Copa do Brasil. A partida será realizada às 22 horas (de Brasília). O time anfitrião podem perder até por 1 a 0 para garantir a classificação.
Clima de eleições
O clima em São Januário, apesar de o jogo com a Ponte estar próximo, não estava voltado para o futebol. Nesta terça, foi determinado que a data das eleições presidenciais voltasse para a que foi marcada originalmente: 6 de agosto, e não em novembro, como havia sido adiada no fim de semana. A Junta Deliberativa se reuniu na sede para tratar do assunto. Eurico Miranda, presidente do Conselho de Beneméritos, Helio Donin (Conselho Fiscal), Abílio Borges (Conselho Deliberativo), Roberto Dinamite (presidente do clube) e Olavo Monteiro de Carvalho (Assembleia Geral) conversaram na na sala da presidência. 

Cruzeiro divulga 'preço' de Dedé e diz que não negociará jogador por valor inferior Clube celeste só vende o defensor se receber uma proposta de 15 milhões de euros

Rodrigo Clemente/EM/D.A Press

O Cruzeiro divulgou, nesta terça-feira, uma nota de esclarecimento em seu site oficial a respeito da situação do zagueiro Dedé. O clube celeste adquiriu 45% dos direitos econômicos do jogador por 5,5 milhões de euros, no ano passado. Segundo a nota, há um acordo firmado em contrato que diz que a diretoria estrelada deverá vender Dedé caso receba uma proposta de 15 milhões de euros. Esta cláusula só passou a valer depois da Copa do Mundo.

Antes do Mundial, a Raposa chegou a receber uma oferta de 16 milhões de euros do Zenit, da Rússia, mas, na ocasião, o zagueiro preferiu ficar no Cruzeiro e o clube celeste também quis mantê-lo no elenco.

Ainda segundo a nota, não há nenhuma proposta oficial por Dedé atualmente. Caso venda o zagueiro por 15 milhões de euros, o Cruzeiro ficará com 6,75 milhões, relativos aos 45% aos quais tem direito. Na conversão do dia, o valor total seria de R$ 44,9 milhões e a quantia cruzeirense de pouco mais de R$ 20 milhões.

Desde o ano passado, Dedé já foi especulado em dezenas de clubes europeus. Até o Real Madrid chegou a sondar o atleta, segundo os jornais locais. Nesta terça, a imprensa italiana colocou o zagueiro como possibilidade de contratação do Juventus de Turim.

Confira na íntegra a nota do Cruzeiro:

O atleta Dedé teve seus direitos econômicos adquiridos junto ao Vasco da Gama no primeiro semestre de 2013, em uma negociação que incluiu também a participação de mais três grupos de investidores.

No acordo firmado entre todas as partes, ficou definido que após a Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil, o jogador poderia ser vendido para outro clube pelo valor fixado de 15 milhões de euros. No momento, nenhuma equipe do futebol internacional apresentou qualquer proposta para adquirir o zagueiro.

O Cruzeiro esclarece ainda que conta com o atleta em sua campanha para a busca de novos títulos nessa temporada e que só abrirá mão de Dedé caso surja uma proposta nos valores definidos anteriormente.
Tags: seriea

CERA, DERROTA E FESTA: NACIONAL PERDE PARA DEFENSOR, MAS VAI PARA A DECISÃO Paraguaios abdicam do jogo, se fecham, perdem por 1 a 0 para uruguaios em Montevidéu, mas garantem lugar em sua primeira final de Libertadores

por GloboEsporte.com

A cada caída em campo, laterais e tiro de metas cobrados, e faltas obtidas pelo Nacional-PAR, o torcedor do Defensor se desesperava. E o do Nacional-PAR aumentava sua apreensão. Assim, e com a sorte ao lado, os paraguaios terminaram o jogo com apenas três finalizações contra 23 dos uruguaios, derrota por 1 a 0, mas com a missão cumprida. O revés pelo placar mínimo nesta terça-feira, no estádio Centenário, em Montevidéu, garantiu ao Nacional Querido um lugar na final da Libertadores de 2014. Um lugar na história do futebol paraguaio, que terá seu segundo representante na decisão.
Luna, que entrou no segundo tempo, fez o único gol do jogo, que teve ainda duas bolas na trave para os donos da casa. O tento não foi suficiente para os uruguaios. No confronto de ida, em Assunção, o Nacional-PAR venceu por 2 a 0. O Tricolor segue fazendo história, que começou a ser escrita ainda na classificação para as oitavas de final, algo que já era inédito para o time de Gustavo Morinigo. Em suas quatro participações anteriores, o Querido nunca havia avançado da primeira fase da Libertadores. Agora, a equipe é a segunda do Paraguai a atingir a final. Antes, apenas o tricampeão Olimpia havia atingido tal feito.
comemoração do Nacional-Pr contra o Defensor (Foto: Agência Reuters)Alegria na derrota: jogadores do Nacional-PAR comemoram classificação (Foto: Agência Reuters)
O Nacional-PAR agora espera o vencedor do confronto entre San Lorenzo e Bolívar. Os argentinos venceram o primeiro jogo por 5 a 0 e também estão próximos de sua primeira final. O duelo entre a equipe de Almagro contra os bolivianos será nesta quarta, em La Paz, às 21h15. Caso se confirme a classificação do Ciclón, será a final com os times de pior campanha na primeira fase da Libertadores.
Os dois jogos da final serão nos próximos dias 6 e 13 de agosto. O Nacional-PAR fará o jogo de ida, já que tem o pior desempenho de todos os 16 times que avançaram para o mata-mata da competição.
Cera, tensão e alívio
Se a pouca presença da torcida no Centenário já era simbólica, o silêncio dela na primeira etapa foi ainda mais. Defensor e Nacional-PAR pouco produziram nos primeiros 45 minutos. Os uruguaios usavam a bola parada – foram 10 escanteios. Gedoz e De Arrascaeta, duas vezes, até assustaram Ignacio Don em bolas alçadas na área, mas não chegaram a criar uma grande ameaça aos paraguaios. O Tricolor, por sua vez, aproveitava qualquer segundo que tinha. Cobranças de lateral, tiro de meta e faltas viravam uma novela na mão dos jogadores do time de Gustavo Moringio, que praticamente não chegou ao gol de Campaña.
Adrian Luna comemora gol do Defensor contra o Nacional-PR (Foto: Agência Reuters)Adrian Luna comemora gol do Defensor: não foi o
suficiente (Foto: Agência Reuters)
O segundo tempo não começou diferente. A estratégia uruguaia continuava sendo os cruzamentos, com alguns chutes de longa distância esporádicos. A insistência da equipe viola foi recompensada aos nove minutos. Após lançamento de Fleurquin, Arrascaeta recebeu na direita e cruzou rasteiro para o chute de Luna: 1 a 0 para os donos da casa. Com a desvantagem, o panorama da partida foi potencializado.

Os paraguaios se fecharam mais, e o chuveirinho viola intensificado. Foram 16 escanteios para os donos da casa no total. A pressão era grande. Gedoz e Herrera botaram a bola na trave de Ignacio Don, que também fez defesas importantes. O Nacional-PAR mantinha uma retranca de risco, mas que fez efeito ao final: placar mantido até o fim, e campanha marcada na história.

Campeão mundial, Lívio Ribeiro tenta quarto título no Rio Open de Jiu Jitsu Equipe do QG Clube da Luta vai ao Rio Open com Lívio Ribeiro e Felipe Royce, que são apontados como favoritos após o título mundial em Teresópolis no último dia 19

Por Teresina

Lívio Ribeiro é campeão do Rio Open Internacional de Jiu Jitsu (Foto:  Laurie Kilantang - MMA Hawaii )Lívio Ribeiro é campeão do Rio Open Internacional de Jiu Jitsu (Foto: Laurie Kilantang - MMA Hawaii )
Com resultados positivos nas duas últimas temporadas, Lívio Ribeiro e Felipe ‘Royce’ vão disputar mais um Rio Open de Jiu Jitsu. Os dois atletas já conhecem a competição e dessa vez levam a estreante Ana Luiza Oliveira para os tatames internacionais. Os atletas são do projeto QG Clube da Luta. Já concentrados na Tijuca para a competição que acontece de 31 de julho a 3 de agosto, os três vieram recentemente de Teresópolis, onde disputaram o Campeonato Mundial da Confederação Brasileira de Lutas Profissionais (CBLP).
Um torneio de alto nível que precisa de atletas experientes. A ordem foi primar pela qualidade e somente três atletas seguem para o Rio Open.
- Hoje no país é a competição que reúne os melhores atletas do mundo. O Lívio já é tricampeão do Rio Open, vai tentar mais um titulo, Felipe vinha batendo na trave e esse ano é o ano dele. Em Teresópolis ele foi campeão absoluto, é uma aposta. Ana Luiza está estreando, ainda não dá pra ter uma ideia – analisou o Coronel Luiz Oliveira.
Os três atletas e mais Deolinda Mendes, que não conseguiu ser regularizada para o Rio Open, conquistaram medalhas lutando acima de suas categorias no mundial. Lívio e Felipe foram campeões pelas categorias que lutaram. Ana Luisa e Deolinda Mendes foram vice-campeãs. Segundo o técnico dos atletas, o Coronel Luiz Oliveira, o Major, foi um termômetro daquilo que eles poderão fazer no Open.

- Todos eles lutaram um peso acima, não tinham atletas nas suas categorias e de nada adiantaria viajar do Piauí para o Rio de Janeiro e não lutar, então optei por subi-los de categoria no mundial e deu certo – relembrou o técnico.

Para Bolinha, ansiedade atrapalhou Galo em casa: "É tempo de organizar" Comentarista da TV Clube, João Eudes, o Bolinha, analisa empate em 1 a 1 contra Remo como negativo na campanha do River-PI na Série D, mas confia na classificação

Por Teresina

Após conseguir o empate em casa nos acréscimos contra o Remo, o River-PI voltou aos treinos na tarde desta segunda-feira no CT Afrânio Nunes, na Zona Sul de Teresina. A dupla de atacantes Fabiano e Eduardo reconheceu que o desempenho do grupo no estádio Albertão ficou devendo. Para os jogadores, erros nas finalizações, poucas opções nas jogadas e movimentação limitada foram os contras do Galo na partida, válida pela segunda rodada do Grupo A2 da Série D do Campeonato Brasileiro. Já para Bolinha, outro fator pesou. A ansiedade da estreia em casa acabou atrapalhando o rendimento tricolor, segundo apontou o comentarista da TV Clube (veja vídeo ao lado).          
- A ansiedade. Este foi o motivo negativo do River-PI contra o Remo em Teresina. Depois de fazer uma boa estreia em Sobral e ganhar três pontos, as atenções estavam voltadas para o Galo, mas só que o time decepcionou, não só a torcida como o treinador, que saiu de campo reclamando – analisou Bolinha, durante o PI TV 2ª edição.  
No Albertão, 4.245 torcedores (renda de R$ 76.655,00) assistiram ao empate de 1 a 1. O Galo empatou com gol de pênalti de Eduardo no último lance da partida. Apesar do tropeço, o River-PI lidera o seu grupo com quatro pontos, seguido por Remo, Interporto-TO e Guarany de Sobral. A equipe só volta a campo no dia 10 de agosto, quando recebe o time maranhense. As duas semanas de preparação, segundo Bolinha, vieram em boa hora.   

- Agora, o time vai ter condições de se reorganizar e continuar sonhando com a classificação tão desejada – completou Bolinha.