O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

domingo, 26 de junho de 2016

Brasil na final: Héber dá cartões, vira meme e chama a atenção nos EUA Árbitro brasileiro é criticado por chilenos e argentinos após expulsões no primeiro tempo e acaba gerando curiosidade nas redes sociais e entre jornalistas estrangeiros

Por Rio de Janeiro

A Seleção foi eliminada ainda na primeira fase da Copa América, mas o Brasil teve um representante na final da Copa América Centenário neste domingo, entre Argentina e Chile, em Nova Jersey: o árbitro Héber Roberto Lopes. E o brasileiro não passou despercebido no bicampeonato chileno. Chamado de "Bruce Willis" pelos torcedores nas redes sociais, o juiz roubou a cena ao expulsar dois jogadores ainda na etapa inicial (veja no vídeo acima).
Pizzi Heber Roberto Lopes Argentina x Chile (Foto: EFE)Técnico do Chile, Pizzi encara Héber no intervalo do jogo (Foto: EFE)
O primeiro a receber o cartão vermelho foi o chileno Marcelo Díaz, aos 27 minutos, por falta em Messi, depois de ter levado um amarelo aos 15. Já aos 41 foi a vez do argentino Rojo, expulso diretamente por um carrinho em Vidal. Os dois lances geraram muita polêmica e reclamação para Héber, tanto ao vivo quanto nas redes sociais.
Ainda no gramado, o vermelho para Rojo irritou o técnico Gerardo Martino, que cobrou também a expulsão de Aranguíz. No momento que o brasileiro mostrou o cartão para o argentino, surgiu uma dúvida no estádio, já que Rojo estava deitado. Muitos pensaram que Héber estava expulsando outro jogador, mas as imagens da televisão e fotos deixam claro que desde o início o árbitro apontava para o lateral deitado enquanto exibia o cartão.
No total, o juiz distribuiu nove cartões (sete amarelos). Nem Messi escapou do brasileiro e foi advertido, também no primeiro tempo, por tentar cavar um pênalti. Sem falar o idioma dos jogadores, Héber discutiu com vários deles no gramado e no intervalo foi cercado por chilenos e argentinos, incluindo os técnicos Pizzi e Martino, que cobravam explicações.
- Fale mais devagar que eu não te entendo - chegou a dizer durante a discussão com Alexis Sánchez, na saída do gramado (veja no vídeo abaixo).

Héber deixou o vermelho no bolso no restante do jogo e voltou a chamar a atenção aos oito minutos do primeiro tempo da prorrogação: trombou com Messi e os dois caíram no chão, em um lance bem esquisito. Confira no vídeo abaixo:

Enquanto o jogo acontecia, os internautas americanos, chilenos e argentinos começaram a buscar informações sobre Héber, pouco conhecido por torcedores fora do Brasil. E logo um apelido surgiu: "Bruce Willis", pela semelhança com o ator de Hollywood. Vários memes foram criados e o brasileiro acabou no "trending topics", os assuntos mais comentados do Twitter no momento. Tanto seu nome como "Bruce Willis" apareceram entre os principais tópicos no Brasil e Argentina.
A imprensa internacional também passou a dar atenção ao juiz. Alguns jornalistas presentes no estádio pesquisaram as últimas partidas apitadas por Héber e divulgaram números rapidamente compartilhados pelos torcedores: nos últimos nove jogos que trabalhou, o brasileiro expulsou oito jogadores.
Heber Roberto Lopes Rojo Argentina x Chile (Foto: AP)Brasileiro aponta para Rojo, no chão, e deixa claro que o cartão vermelho era para o argentino (Foto: AP)
A lista de partidas e cartões está no site de estatísticas "Soccerway": em 20 de abril, Héber expulsou dois atletas no duelo entre Cerro Porteño e Santa Fé, pela Libertadores; em 7 de maio, mais um vermelho entre ABC e América-RN, pelo Campeonato Potiguar; em 19 de maio, um expulso no Boca Juniors x Nacional-URU, da Libertadores; três dias depois, vermelho em Vitória x Corinthians, pelo Brasileirão; em 7 de junho, outro expulso no confronto Colômbia x Paraguai, na Copa América; e os dois deste domingo na final da competição.
Esta é a segunda partida entre Chile e Argentina que Héber apita em três meses. No dia 24 de março, o brasileiro trabalhou no confronto entre as seleções pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, quando os argentinos venceram por 2 a 1, em Santiago. Ninguém foi expulso.
Aos 43 anos, Héber faz parte do quadro de árbitros da Fifa desde 2002, mas nunca participou de uma Copa do Mundo. Em 2012, trocou a Federação Paulista de Futebol pela Federação Catarinense. Sua estreia em competições internacionais foi no Mundial Sub-17 de 2003. 
Heber Roberto Lopes Messi Argentina x Chile (Foto: AP)Nem Messi escapou de Héber na noite deste domingo em Nova Jersey (Foto: AP)
Heber Roberto Lopes Argentina x Chile (Foto: AP)Semelhança com Bruce Willis rendeu memes na internet para o árbitro brasileiro (Foto: AP)
Heber Roberto Lopes Messi Argentina x Chile (Foto: AFP)"Tá lá um corpo estendido no chão": Héber tromba com Messi e leva a pior (Foto: AFP)

CLASSIFICAÇÃO

Grupo A5
Altos-PI9330012111100.0
Juazeirense -BA4311145-144.4
Maranhão-MA3310227-533.3
Icasa-CE1301238-511.1
Grupo A6
CSA-AL6320193666.7
Central-PE6320132166.7
Parnahyba-PI4311144044.4
Guarani de Juazeiro-CE1301229-711.1

Vica avalia atuação negativa e anuncia "mudanças radicais" após nova derrota River-PI perde a quarta seguida, assume a lanterna do grupo A da Série C, e treinador fala sobre sacudida no elenco: "O time vem de conquistas, mas elas passaram"

Por Teresina

O clima era de tristeza após os 90 minutos de jogo. Poucos jogadores quiseram falar. E o que a torcida riverina menos esperava aconteceu: o River-PI perdeu mais uma na Série C e assume a lanterna do grupo A do Campeonato Brasileiro. Os 2 a 1 diante do Confiança, neste domingo, no Albertão, custou caro para o Galo Carijó, que soma apenas dois pontos dos dezoito disputados. Sem confiança e brilho no futebol apresentado, o técnico Vica não escondeu as dificuldades do time. O treinador falou sobre mudanças radicais e a sacudida no elenco após a quarta derrota acumulada. Veja no vídeo acima.
- Não pode ser de outra maneira, tem que ser uma avaliação negativa. Começamos o jogo relativamente bem e tivemos chances de gol com uma boa jogada de Eduardo, depois uma boa defesa do goleiro. Nós sabíamos que o Confiança vinha para jogar fechado. Tomamos um gol, depois o segundo. Erramos principalmente na marcação que foi onde tomamos o gol. Tomamos o primeiro e depois o segundo praticamente da mesma maneira. O time não fez uma boa partida, não teve domínio e nem controle do jogo e, quando isso acontece dentro de casa, você paga caro – disse o técnico. 

As atuações ruins do River têm embaçado a vida do time nesta sequência da Série C - clube ainda busca a primeira vitória na competição. O reencontro com a torcida não foi dos melhores. Por conta disso, o técnico anunciou uma provável mexida no time que vinha sendo titular para tentar mudar o cenário do Galo na Terceirona. 
- O time vem de conquistas, mas elas passaram, temos que viver nosso presente. Devemos buscar, em curto prazo, soluções dentro do nosso plantel. Nós temos que corrigir algumas coisas e eu tenho algumas em mente. Após a partida, estávamos conversando e avisei que nós precisamos dar uma sacudida no elenco, fazer mudanças e elas serão radicais porque não podemos continuar nesse mesmo marasmo de uma Série C. O time tem que reagir, não só os jogadores, mas também a comissão técnica. E essa reação vem com trabalho e empenho. O que posso adiantar é que a gente tem que fazer muitas mudanças até porque, hoje, eu vi uma equipe fragilizada dentro de campo e que não teve forças para sair e buscar uma vitória com o apoio da torcida – desabafou Vica. 
Vica- River-PI (Foto: Stephanie Pacheco )Após resultado negativo, Vica busca reerguer elenco do River-PI (Foto: Stephanie Pacheco )
Em buscas dos três primeiros pontos, o River-PI tem como próximo adversário o ABC, quinto colocado na tabela, às 16h de sábado, no estádio Frasqueirão. O time de Natal vem de um empate contra o Remo e segue na busca pelo G-4. 

McGregor afirma que vai brincar com Nate Diaz em revanche no UFC 202 Irlandês diz que fez isso durante oito minutos no primeiro confronto, mas cansou e errou na estratégia ao tentar derrubá-lo, antes de acabar finalizado pelo americano

Por Las Vegas
Ser finalizado por Nate Diaz parece não ter tirado a confiança de Conor McGregor para a revanche contra o americano, marcada para ser a luta principal do UFC 202, dia 20 de agosto. Neste sábado, o irlandês compareceu a um evento de lançamento do livro de seu treinador, John Kavanagh, e prometeu brincar com o americano no próximo confronto.
- Estou me sentindo muito confiante de que vou entrar lá e brincar com esse cara. Por oito minutos de luta, eu estava brincando com ele. Naquele golpe de esquerda que me pegou, meus sentidos ainda estavam lá. Foi quase como uma coisa de cansaço, que meu ritmo acabou - afirmou Conor.
Nate Diaz Conor McGregor UFC 196 (Foto: Jason Silva)Nate Diaz finalizou Conor McGregor na luta principal do UFC 196 (Foto: Jason Silva)
O Notório deixou claro que ainda pensa muito no primeiro embate contra Diaz e acredita ter errado na estratégia ao tentar derrubar o rival após levar golpes duros. Na opinião dele, caso apenas ficasse em pé, tentando administrar a luta para esperar o fim do segundo round, o resultado poderia ser outro.
- Sempre olho para trás e me questiono sobre o que teria acontecido se eu tivesse sobrevivido à tempestade. Sinto que ele estava a um ou dois golpes de estar acabado. Mas quando ele acertou aquela esquerda, teve uma explosão de energia. Pode ver no córner dele, eles ficaram insanos. Foi como se eles ganhassem na loteria. Então levei mais alguns golpes, e eu entrei em queda e acabei naquela guilhotina, então tudo foi por água abaixo. Me pergunto o que teria acontecido  se eu mantivesse minhas mãos altas, ficasse circulando e sobrevivesse. Eventualmente a energia que ele ganhou naquele golpe de esquerda teria acabado de novo e então começaria o terceiro round. Existem muitas questões e coisas que estou confiante de que posso evoluir na próxima vez. Vou entrar confiante de que levarei esta revanche - analisou.
De acordo com McGregor, esta é a primeira vez que ele contratou sparrings para simular o jogo de seu adversário, já que, segundo ele, é a primeira vez que tem certeza de que seu oponente vai aparecer para lutar. Além de levar canhotos especialistas em boxe para treinar com ele, o irlandês também está trabalhando seu jiu-jítsu com Dillon Danis.
- Eu não trouxe nenhum canhoto. Não fiz sparring com nenhum canhoto, porque a razão de não ligarmos para o que os oponentes vão fazer é porque eles sempre saem das lutas, toda vez. Mas, desta vez, sei que Nate vai aparecer. Sei que vou enfrentar um canho alto, esguio, com uma mão sólida. Agora trouxe canhotos altos, com mãos sólidas, caras com um sólidas credenciais de jiu-jítsu, e John (Kavanagh) está supervisionando cada sessão e as controlando - concluiu.
UFC 202
20 de agosto de 2016, em Las Vegas (EUA)
CARD DO EVENTO (até agora):
Peso-meio-médio: Conor McGregor x Nate Diaz
Peso-galo: Cody Garbrandt x Takeya Mizugaki
Peso-meio-médio: Hyun Gyu Lim x Sultan Aliev
Peso-galo: Raquel Pennington x Elizabeth Phillips