O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Capa do "Marca" volta a estampar interesse do Real em Lucas Silva Merengues teriam oferecido cerca de R$ 37 milhões pelo volante, mas clube mineiro estaria pedindo R$ 46,6 milhões para acertar a transferência, "agora ou em junho"

Por Madri, Espanha

Capa do Marca - Real Madrid interessado em Lucas do Cruzeiro (Foto: Divulgação)Capa do Marca: "Agora ou em junho vem Lucas" (Foto: Divulgação)
Lucas Silva é alvo certo do Real Madrid. Ao menos é o que afirma o jornal "Marca" em sua edição desta sexta-feira. De acordo com informações do diário espanhol, a direção do clube merengue oferece € 12 milhões (R$ 37,3 milhões pelo câmbio atual) ao Cruzeiro, que, no entanto, só selaria o acordo por € 15 milhões (R$ 46,6 milhões).
O "Marca" lembra que o Real tentou contratar o jogador de 21 anos em agosto, mas não teve sucesso. A contusão do croata Modric e os constantes problemas físicos apresentados porKhedira são apontados como argumentos mais do que claros para que Lucas Silva seja considerado uma prioridade para o clube, que desejaria o volante para agora ou mais tardar no início da próxima temporada, em junho.

Revelado pelo Cruzeiro, Lucas Silva, que tem contrato com a Raposa até 2017, foi peça importante na conquista do título brasileiro, garantido por antecipação no último fim de semana pelo time azul. Versátil, o volante integra a seleção brasileira sub-21.

"Novo Diego Costa", brasileiro faz sucesso na Espanha e quer Seleção Jonathas, artilheiro do Elche na temporada com seis gols, vê similaridade com craque do Chelsea: "Temos a cabeça quente". No entanto, quer brilhar vestindo a amarelinha

Por Elche, Espanha

Goleador, forte e temperamental. As palavras poderiam facilmente descrever Diego Costa, craque do Chelsea e ex-Atlético de Madrid. Só que atualmente, na Espanha, têm sido mais atribuídas a outro jogador: Jonathas, brasileiro, 25 anos. O atacante do Elche já marcou seis gols no Campeonato Espanhol, e seu estilo tem chamado a atenção da mídia espanhola, que o compara com o famoso jogador, hoje naturalizado e centroavante da seleção do país.


O jeitão vem desde pequeno, quando entrou no Cruzeiro, aos 10 anos de idade. Com 1,90m, Jonathas era o mesmo menino briguento, dentro e fora de campo. Sua infância, em Betim (MG), foi um pouco conturbada, como ele mesmo descreve, e influenciou sua forma de ser. Quando nasceu, o atleta foi adotado por Dona Olívia, uma conhecida de sua mãe, porque a família biológica não tinha condições de criá-lo. Falecida há dois anos, sua mãe de criação não conseguiu ver de perto o sucesso do filho, mas ainda é um dos principais incentivos para o que Jonathas tem conseguido dentro de campo.

- Eu sinto muita falta dela. Sou muito grato por tudo o que fez por mim, desde quando me levou em um campo de futebol pela primeira vez até o apoio que me deu para sair do Brasil. Talvez nada disso estivesse acontecendo na minha vida agora se não fosse por ela.

A saída do país natal foi precoce. Recém campeão da Copa São Paulo de 2007 pelo Cruzeiro, ele recebeu uma proposta do AZ Alkmaar, fez as malas e foi jogar na Holanda. De lá, passou por quatro clubes menores na Itália, até chegar ao Elche no início desta temporada. Depois de passear pela Europa, ele parece ter encontrado seu caminho. Atualmente é o segundo brasileiro com mais gols no Espanhol, empatado com Léo Baptistão, do Rayo Vallecano, e atrás somente de Neymar.

- O pessoal tem me comparado com o Diego Costa mesmo. Tem gente no clube que já trabalhou no Atlético e diz que somos muito parecidos dentro e fora de campo. Muito "cabeça quente". Me irrito com coisas que não deveria, mas isso também me ajuda a chegar mais perto da perfeição no que busco.
Jonathas, o novo Diego Costa (Foto: Cassio Barco)Jonathas, o novo Diego Costa (Foto: Cassio Barco)

Embora se descreva como "um cara bem chato", Jonathas vive um momento de paz e evolução nessa parte. A estabilidade na vida pessoal influencia bastante. Agora, além da esposa Camila e da sogra Sônia, ele vive também com um dos melhores amigos, Bruno, com quem jogou nas categorias de base do Cruzeiro.

- Esse daí tem jeito mais esquentado porque é muito competitivo. Se um dia receber uma chance na Seleção, agarra e não solta nunca mais - aposta Bruno, que deixou a academia que montou em Belo Horizonte para morar na Espanha e treinar o amigo diariamente - o Elche treina somente em um período e os dois fazem complementos por conta própria pela tarde.

A obsessão de Jonathas pelo sucesso é grande. Guardadas as devidas proporções, lembra craques como Cristiano Ronaldo. Assim como o português, quando volta para casa sem marcar gols, o brasileiro diz que fica sem comer, dormir, e admite que acaba até descontando para cima da família e dos amigos. Se pudesse aceleraria tudo tudo para alcançar seu sonho, que é um pouco diferente do caminho que tomou seu espelho, Diego Costa.
Jonathas, o novo Diego Costa (Foto: Cassio Barco)Jonathas aproveita a rotina em Elche (Foto: Cassio Barco)
- Meu sonho mesmo é o Brasil, jogar com a Seleção. Estou trabalhando forte. Sei que primeiro tenho que me destacar aqui na Espanha para um dia ter uma oportunidade.

Enquanto busca sua próxima grande meta, Jonathas ainda comemora a última vitória conquistada, que descreve com a maior de sua vida. O jogador se tornou pai de uma menina, há dois meses. A mais nova moradora da casa tem o ajudado a se concentrar e se manter mais calmo - embora a ideia de ver a filha o namorar, mesmo ainda tão cedo, já comece a mexer com ele mais uma vez: "Esse genro vai olhar pra mim e dar meia volta", brinca.

Alice entrou no gramado no último jogo do Elche nos braços do pai. Em campo, Jonathas foi o autor do gol de empate no 2 a 2 contra o Córdoba, ainda que a noite não tenha sido de tanta festa, e sim de passar em claro de novo, já que o atacante não se perdoou por ter perdido um pênalti no início do jogo. Nesta sexta-feira, ele terá outra chance de mostrar seu valor, para a torcida do Elche, para Alice, e para Dunga. Jonathas está escalado para o jogo contra o Real Sociedad, fora de casa, pela 13ª rodada do Espanhol.

Jonathas, o novo Diego Costa (Foto: Cassio Barco)Jonathas com a filha Alice e a família (Foto: Cassio Barco)

Meia Reidson, do Vera Cruz, morre em acidente de carro em Pernambuco O meia era a principal aposta do time para o Campeonato Pernambucano

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 28 (AFI) – O futebol nordestino está de luto. ‘Camisa 10’ do Vera Cruz, Reidson (foto abaixo) morreu na madrugada desta quinta-feira, num acidente de carro na PE-50, rodovia próxima à cidade de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco. O jogador disputaria a Primeira Divisão do Estadual 2015.

Reidson, promessa de apenas 23 anos de idade, seguia de Vitória de Santo Antão à cidade de Limoeiro, quando teria dormido no volante e colidido com outro veículo. Ele chegou a ser socorrido na estrada e levado ao Hospital João Murilo, em Vitória, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
"Perdemos um grande amigo, um exemplo de profissional. Ele estava há quatro anos conosco, era nosso capitão e referência para o grupo. Ele era das nossas categorias de base e se profissionalizou aqui”, lamentou o presidente do Vera Cruz, Fernando Nogueira.
O meia era a principal aposta do time para o Campeonato Pernambucano. Ele já vinha treinando visando a estreia no Estadual, marcada para o dia 7 de dezembro, contra o Atlético Pernambucano, em Vitória de Santo Antão.
O enterro de Reidson está marcado para esta sexta, às 16 horas (de Brasília), no Cemitério de São Sebastião, em Vitória de Santo Antão.

Dispensa de 10 jogadores do Icasa levanta suspeita de 'entrega'

A briga pela última vaga de acesso para a Série B esquentou de vez nos bastidores. A dispensa de 10 jogadores do Icasa às vésperas do jogo contra o Boa Esporte-MG não foi bem digerida pelo Avaí. Alegando que o Verdão tomou uma postura 'antidesportiva' e estaria facilitando o jogo para o time mineiro, que precisa apenas de uma vitória simples para confirmar o acesso para a Série A.

O presidente do Avaí (5° colocado e interessado direto no tropeço do Boa para subir de divisão), Nilton Macedo Machado, garantiu que o time está disposto a acionar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o Superior Tribunal de Justiça Esportiva (STJD) para investigar o caso.

"Essa situação preocupa não só o Avaí como os demais concorrentes. Claro que os clubes têm sua autogestão, mas essa dispensa em um momento tão delicado é quase uma atitude antidesportiva que deve ser investigada para saber qual a razão dessa dispensa quando se comenta influências. Estamos muito preocupados, mas confiantes de fazer nossa parte sábado contra o Vasco", afirmou Machado em entrevista à Rádio CBN/Diário, de Santa Catarina.

De acordo com o dirigente, o Icasa dispensopu atletas de forma deliberada. "Isso é ruim para o futebol, entramos em contato com a federação daqui, goiana, cearense, com a CBF, o STJD está sabendo. Temos que apurar, não pode deixar acontecer isso", enfatizou o cartola.

Quem reforça o coro da reclamação é o América-MG, outra equipe que luta pelo acesso para a Série A. O presidente do clube, Marcus Salum, exigiu tomada de providências por parte da CBF e do STJD.

"O time vai abrir mão de jogar sendo que o campeonato tem 38 rodadas? Tem que ter dignidade. Nós estamos alertando o futebol brasileiro, a CBF, o tribunal, que se ocorrer alguma coisa neste jogo estão todos sabendo. Isso é um absurdo. Interessa a dignidade do Campeonato. A CBF não pode ficar de olho fechado não. O jogo está sob suspeição. Estamos suspeitando do jogo, porque falam que tem representante do Boa em Juazeiro do Norte", declarou o dirigente, em entrevista coletiva.

BRIGA PELA ÚLTIMA VAGA

Cinco times brigam por acesso na última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro: Boa Esporte, Avaí, América-MG, Atlético-GO e Ceará. Atual 4° colocado, o Boa precisa apenas de uma vitória para garantir a vaga, sem depender de outros resultados.


Fonte: opovo  |  Editor: Orlando Portela

Luan vinga foguetório cruzeirense com título: "Mais pilhado ainda" Um dia depois de ganhar Copa do Brasil, com medalha no peito, atacante do Galo pede desculpas a torcedores rivais por dizer que Cruzeiro treme contra o Atlético

Por Belo Horizonte


Luan parece a personificação daquela imagem, comum em filmes americanos ou desenhos animados, do anjinho e do diabinho soprando orientações diferentes no ouvido do protagonista. No dia seguinte à conquista da Copa do Brasil sobre o Cruzeiro, a impressão é de que um deles diz ao atacante: “Pare com isso, menino, não fique cutucando o rival”. E que o outro discorda: “Continua! Continua! A torcida adora isso, cara!”. Fato é que Luan, encerrada a partida desta quarta-feira, disse que a Raposa treme quando enfrenta o Atlético-MG. Também é fato que, horas depois, com a medalha de campeão pendurada no pescoço, ele se diz arrependido pela provocação. Será?
O lance é que Luan estava bufando de vontade de vencer o Cruzeiro. Por todos os motivos gerais que fazem um jogador querer bater o rival, mas também por uma razão particular. É que como o Galo aboliu a concentração para seu elenco, os atletas dormem em casa nas vésperas de partidas. E cruzeirenses aproveitaram a situação para soltar fogos na residência do atacante. Luan entrou em surto. Afinal, é pai de Lara, uma bebê de cinco meses que teve o sono prejudicado pelo barulho.

- Algumas declarações minhas foram um desabafo. Jogaram muitos fogos na frente da minha casa na terça-feira. Tenho uma criança pequena. Fiquei muito chateado. Isso me deixou mais pilhado ainda – disse o jogador.
Luan Atlético-MG, medalha Copa do Brasil (Foto: Alexandre Alliatti)Luan beija medalha de campeão da Copa do Brasil um dia depois da conquista (Foto: Alexandre Alliatti)

Foi por isso que Luan disse que o Cruzeiro treme diante do Galo – foram sete clássicos em 2014, e a Raposa não venceu. Estava soltando sua irritação. Mas também houve outro elemento: declarações de jogadores cruzeirenses incomodaram o atleticano.

- Foi a provocação do outro lado. Assisti ao jogo deles contra o Goiás. Acho que todo mundo viu para observar os pontos fortes e fracos. Eles foram campeões, mais do que merecido, e alguns jogadores deles deram declarações, de que quarta-feira tinha mais, de que ninguém tiraria deles a Tríplice Coroa. Aquilo deixou a gente meio pilhado. Ainda mais eu, que já sou meio maluco.
Por via das dúvidas, Luan aproveitou a entrevista ao GloboEsporte.com, no começo da tarde desta quinta-feira, para se desculpar com os cruzeirenses. 

- Falei muitas coisas que não devia. Quando você está pilhado, você acaba falando muitas coisas que não deve. Quero pedir desculpas se magoei alguém do torcedor rival. Não era minha intenção. Se eles fossem campeões, iam provocar a gente. Quero servir de exemplo, mas não de briga. Quero ser exemplo para os torcedores fora e dentro de campo, quero ser exemplar. Peço desculpas pelas declarações.
Quero pedir desculpas se magoei alguém do torcedor rival"
Luan
Mas aí o diabinho metafórico sopra no ouvido de Luan. E ele lembra que a torcida do Atlético costuma cantar que o Cruzeiro treme em clássico (“Maria, eu sei que você treme sempre que o Galo vai jogar”, diz a letra, no ritmo da música cantada pelos argentinos na última Copa). E que levou isso em conta ao formular a frase.

- Não é que eu tenha me arrependido. Às vezes, quando você coloca a cabeça no travesseiro, pensa que não deveria ter feito aquilo. São crianças, adolescentes, vendo aquilo. Mas é o que o torcedor atleticano canta. A equipe do Cruzeiro mereceu ganhar o Brasileiro. Durante a semana, falei que quem tem boca fala o que quer. Eu falei o que quis naquele momento. Pode ser que tenha me arrependido depois, mas é o que a torcida do Galo canta na música. Quis também falar. Faz parte do futebol uma provocaçãozinha. A gente estava muito pilhado. Falamos bastante entre a gente, nos bastidores. É mais que merecido o título. Se o Atlético não fosse campeão, seria injusto.

Lesão, sonho mundial e relação com o Galo

Luan mancava bastante nesta quinta-feira. Torceu o joelho ainda no primeiro tempo do clássico. Teve que ser substituído. Ele passará por exames nesta sexta e se mostra preocupado com a lesão – também está com um problema de articulação no ombro. Certamente não jogará mais em 2014.

- Para me tirar do jogo, a dor tem que ser muito forte. Ainda mais buscando a artilharia. Espero que não seja nada grave. Quero tranquilizar o torcedor. Quero voltar ano que vem zerado para conquistar a Libertadores inteiro. 
Luan Atlético-MG, medalha Copa do Brasil (Foto: Alexandre Alliatti)Luan pede desculpas por provocação e diz que quer ser exemplo (Foto: Alexandre Alliatti)

O sonho de reconquistar a Libertadores tem um motivo: levar ao Mundial. A decepção do ano passado não foi digerida por ele. O atacante diz que o Galo menosprezou o Raja Casablanca, do Marrocos, time que o eliminou nas semifinais do torneio.

- Fechamos o ano bem, com um título importante, que faltava na galeria do Atlético. Falta um ainda. E quero conquistar. Quero voltar a essa Libertadores e quem sabe ir ao Mundial para conquistar o que deixamos de conquistar. Desprezamos o adversário lá. Essa é a palavra certa. Desmerecemos e fomos surpreendidos. Quero conquistar esse título para o torcedor atleticano.

Luan faz questão de se identificar com a torcida do Galo. Sabe que ela gosta de seu estilo em campo – sua correria, sua fama de maluco. 

- Sou atleticano. Amo o Galo. Foi o clube em que mais me identifiquei. Espero continuar aqui e conquistar títulos. Se um dia eu sair, quero voltar pro Atlético. (...) O torcedor atleticano é apaixonado. Não existe uma torcida igual. Isso é nítido. Em todo lugar que eu vou, as pessoas só falam da torcida: “Que torcida maluca, que torcida louca”. Eu me identifico, porque também sou meio maluco.

Rogério Ceni renova com o São Paulo e jogará a Libertadores O goleiro cogitou a aposentaria durante o ano de 2014, mas seguirá sendo o camisa 1 do Tricolor até agosto de 2015

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 28 (AFI) – O torcedor são-paulino pode comemorar. Na manhã desta sexta-feira, o goleiro Rogério Ceni se reuniu com o presidente Carlos Miguel Aidar e renovou o seu contrato com o time do Morumbi até o dia 5 de agosto de 2015. Assim, ele tem presença garantida na disputa da Libertadores do ano que vem.
"Faz cinco minutos que conversamos e renovamos o vínculo para que ele possa disputar mais uma Libertadores", afirmou o presidente. Com isso, o goleiro finalmente revelou sua posição nesta sexta e pôs fim à forte onda de especulações sobre o que faria após o término da temporada.
Rogério Ceni nasceu em 22 de janeiro de 1973 em Pato Branco (PR), mas se mudou ainda menino para Sinop (MT), onde começou a jogar na equipe local enquanto dividia o dia como auxiliar de escritório no Banco do Brasil. Terceiro goleiro no elenco, viu a sorte sorrir quando o titular e o reserva se machucaram e assumiu a titularidade para levar a equipe ao título estadual em 1990, mesmo ano em que chegou ao São Paulo.

Estreou em 25 de junho de 1993 em amistoso contra o Tenerife, mas só herdaria o posto de titular quatro ano depois, quando Zetti se transferiu para o Santos. Em 25 de fevereiro de 97 marcou seu primeiro gol de falta, na vitória sobre o União São João por 2 a 0 no Campeonato Paulista. Os gols seriam uma marca registrada que perduraria por toda a carreira; até hoje Ceni marcou 123 vezes.
Demolidor de recordes - maior goleiro-artilheiro da história, jogador que mais vezes vestiu a camisa do mesmo clube (1.183 jogos), entre outras dezenas de marcas -, Rogério teve seu pior momento no clube em 2001, quando apareceu com uma suposta proposta do Arsenal. Afastado pelo ex-presidente Paulo Amaral, quase deixou o clube, mas acabou permanecendo para escrever seu nome como maior jogador da história do clube.
O ápice viria em 2005, quando comandou o time na conquista dos tricampeonatos da Libertadores e do Mundial de Clubes da Fifa, com direito a uma atuação antológica na final contra o Liverpool quando fez uma série de grandes defesas e garantiu a vitória por 1 a 0.

Pelé permanece internado na UTI do Einstein

De acordo com boletim médico divulgado esta manhã pelo Hospital Israelita Albert Einstein, o estado de saúde de Pelé apresenta melhora. O Rei do FutebDe acordo com boletim médico divulgado esta manhã pelo Hospital Israelita Albert Einstein, o estado de saúde de Pelé apresenta melhora. O Rei do Futeb (Foto: Divulgação)
De acordo com boletim médico divulgado esta manhã pelo Hospital Israelita Albert Einstein, o estado de saúde de Pelé apresenta melhora. O Rei do Futebol, no entanto, segue sob cuidados na unidade de terapia intensiva (UTI).

Segundo os médicos responsáveis, o ex-jogador continua em tratamento temporário de suporte renal (hemodiálise). Pelé está lúcido e respira normalmente, sem ajuda de aparelhos. Em relação ao boletim anterior, há evolução.

No final da noite de quinta-feira, o quadro de Pelé era considerado delicado, já que ele não estava reagindo bem ao antibiótico para conter infecção no sangue. Havia enorme preocupação de uma infecção generalizada por conta disso, mas, segundo o boletim, o Rei do Futebol está melhor.

Aos 74 anos, Edson Arantes do Nascimento passou por uma intervenção cirúrgica para retirada de cálculos renais recentemente. No entanto, ele voltou a passar mal na última segunda-feira, por conta de uma infecção urinária, e teve de ser internado novamente no Hospital Albert Einstein. Na quinta-feira, porém, ele piorou e foi transferido para unidade de terapia intensiva.

A assessoria de imprensa do Hospital Israelita Albert Einstein informa que um novo boletim será divulgado às 14h com mais informações sobre o estado de saúde do ex-jogador.


Fonte: Globo Esporte  |  Editor: Paulo Pincel

FUTEBOL SÊNIOR EM PARNAÍBA

Hoje ás 20h00 na APCEF acontecerá a final do 2º turno do Campeonato Cinquentão JVC de Parnaíba, se enfrentarão Casa do Pintor e Velha Guarda, quem vencer este confronto, enfrentará a AK Moda íntima, vencedor do 1º turno.

Por ter melhor campanha o Velha Guarda jogará pelo empate

 Velha Guarda
 Casa do Pintor
AK Moda íntima
Fotos Fumanchú

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Série B: Com salários atrasados, Paraná espera por "mala branca" na última rodada Paraná pode receber mala branca na Série B

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 26 (AFI) - O Paraná pode ganhar um "incentivo financeiro" diante do América-RN, no último jogo da Série B, no próximo sábado, na Vila Capanema. Livre de qualquer risco de rebaixamento há duas rodadas, um extra neste final do ano seria valioso aos atletas, já que boa parte do elenco está com os salários atrasados.
O estímulo financeiro pode vir do Bragantino. O time de Bragança paulista briga contra o América-RN pra escapar do rebaixamento. O Bragantino, que no momento está dentro do Z4, na 17ª posição, pode até empatar, se o time paranista derrotar o América-RN.

Giancarlo admitiu que Paraná espera por
Giancarlo admitiu que Paraná espera por "mala branca".
O presidente do Braga, Marquinho Cheid, chegou, inclusive a afirmar, com certeza, em entrevista à Rádio 102FM, que vai oferecer dinheiro, sim, para o Paraná vencer a partida. “Mas não tenha dúvida que vamos motivar o Paraná para o último jogo e ganhar do América-RN lá".
O treinador do Paraná, André Gaspar, reiterou o discurso do presidente. "Tenho certeza que temos que trabalhar em cima disso para que dentro de casa, eles sejam fortes e cumpram a obrigação deles na última rodada”.
Como o elenco paranista sofre com o atraso de seus vencimentos em toda a temporada, os jogadores são sinceros em relação à possibilidade de receber uma ajuda extra. "Eles precisam de nós e é normal que venha este incentivo da parte deles. Isto é algo natural no futebol. Um time mandar dinheiro para ganhar de outra equipe”, confirmou o atacante Giancarlo, em entrevista à Gazeta do Povo.
Não é a primeira vez que o Paraná vive essa situação. Em 2011, também diante de problemas financeiros, o elenco do time paranaense também recebeu incentivo do Sport na última rodada, mas desta vez para ganhar do próprio Bragantino. Na ocasião, o time da Vila Capanema ganhou por 1 a 0 e o time pernambucano entrou no G4 e conseguiu o acesso à Série A.
Sem pretensões, o Paraná ocupa a 13ª colocação, com 48 pontos e já começa a pensar em 2015. Por sua vez, América-RN e Bragantino, com 43 pontos cada, estão na 16ª e 17ª colocação, respectivamente e brigam para permanecer na Série B no ano que vem. O Braga encara o ABC, em Natal.

Elenco profissional do Vasco treina no CFZ nesta quinta-feira

Vasco.com.br

Antes marcado para o Estádio de São Januário, o treino do elenco profissional do Vasco desta quinta-feira (27/11) será no CFZ, às 16h.