O melhor do esporte é aqui !

CURTA A FANPAGE NO FACEBOOK

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Bellucci se sente mal e é substituído por Zampieri, que traz título ao Brasil Tenista número 1 do país não disputa última fase do desafio de tênis contra Argentina após problemas estomacais. Às pressas, paulista chega e comanda festa brasileira

Por Teresina

Belluci passa mal e acompanha desafio internacional das arquibancadas (Foto: Josiel Martins )Bellucci passa mal e acompanha desafio internacional das arquibancadas (Foto: Josiel Martins )
Algo estava errado no Desafio Internacional Brasil x Argentina de Tênis, realizado em Teresina. O astro da competição, Thomaz Belluci, o número 1 do país no ranking mundial, acompanhava das arquibancadas a última rodada do torneio, no momento em que estava programado sua partida. A explicação veio depois. O jogador passou mal durante a madrugada de sexta, foi medicado em uma clínica da capital piauiense, porém não conseguiu se recuperar a tempo para disputar o evento. Às pressas, Caio Zampieri foi convidado para o desafio. E o paulista honrou o chamado. Empolgando a torcida, Caio conduziu a vitória brasileira por 3 a 2 em cima dos hermanos.  
- Infelizmente, Bellucci iria jogar três partidas do desafio internacional, mas na madrugada de sexta para sábado o tenista teve problemas estomacais. Ele tentou jogar até a última hora, mas resolvemos preservar o atleta. Tentamos outros nomes, e Caio Zampieri aceitou participar da competição – explicou Fábio Miranda, um dos organizadores do evento.  
Demostrando chateação, Bellucci lamentou não atuar na última partida melhor de cinco do desafio. Breve, o tenista disse que espera retornar no próximo ano.   
- Fui super bem recebido, mas infelizmente não senti bem. Foram três dias bem legais, nunca tinha vindo a Teresina. Agradeço aos organizadores, mas espero voltar ano que vem – resumiu o número 1 do Brasil em meio aos autógrafos.
No dia 12 de janeiro, o tenista viaja para Nova Zelândia para o ATP 250 de Auckland. Uma semana depois, o primeiro Grand Slam do ano – o Aberto da Austrália.  
Bellucci passa mal e acompanha desafio internacional das arquibancadas (Foto: Josiel Martins )Bellucci demonstra chateação por não jogar: "Infelizmente não me senti bem" (Foto: Josiel Martins )

GHEM EMPATA SÉRIE, E ZAMPIERI DÁ TÍTULO AO BRASIL
Pressionado, o time brasileiro necessitava da vitória após as duas derrotas nas disputas individuais realizadas na quinta-feira. Na primeira disputa da noite, André Ghem – 166º do ranking mundial – conseguiu empatar a série após vencer por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/3, o argentino Martin Alund.
O triunfo abriu caminho para Zampieri. Apesar da convocação de urgência, o tenista parece que não sentiu o desgaste da viagem relâmpago das férias que curtia em Fortaleza, Ceará, e colocou Martin Alund para correr em quadra. Com esse ritmo, o paulista garantiu a vitória também por 2 sets 0, parciais de 7/6 e 6/3, em 1h30m de partida.
- Foi inesperado, não sabia que o Bellucci não jogaria, mas consegui cumprir meu papel. Cheguei em cima da hora, não treinei muito, mas foi bom. Fiquei meio nervoso e comecei a errar um pouquinho, mas consegui trazer a vitória para o país, isso acabou sendo o mais importante – relatou Zampieri, que comemorou muito a conquista. 
Caio Zampieri conquista título para o Brasil no desafio (Foto: Josiel Martins )Caio Zampieri conquista título para o Brasil no desafio internacional (Foto: Josiel Martins )

RESULTADOS 
Quinta-Feira - Disputas Individuais 
André Ghem x Guido Andreozzi
2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/3

Thomaz Bellucci x Martin Aund2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/4
Sexta-Feira - Disputa de Duplas
Thomaz Belluci e André Ghem 
x Guido Andreozzi e Martin Alund
2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/3

Sábado - Disputas Individuais 
André Ghem x  Martin Alund
2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/3

Caio Zampieri x Guido Andreozzi
2 sets a 0, parciais de 7/6 e 6/3 

Pedras no caminho: Abelhas Rainhas têm vida difícil na Copa do Brasil 2015 Com advesários fortes, Viana (MA), Kindermann (SC) e São José (SP), time piauiense inicia conversa com as atletas da seleção brasileira para reforçar elenco bicampeão

Por Teresina

José Batista - técnico do Picos (Foto: Emanuele Madeira/GLOBOESPORTE.COM)José Batista vê caminho difícil na Copa do Brasil (Foto: Emanuele Madeira/GloboEsporte.com)
As Abelhas Rainhas terão uma vida complicada na nova edição da Copa do Brasil de 2015. Destaques da competição neste ano, elas encerraram sua participação avançando até as quartas de final, ficando com o quarto lugar. Porém, uma olhada mais aguçada na tabela pode-se prever que a boa campanha ficou ameaçada de se repetir. O sorteio que colocou a equipe contra o Viana, do Maranhão, no primeiro jogo, trouxe para o lado das piauienses duas potências do futebol feminino no país: Kindermann (SC) e São José (SP).
A tabela básica divulgada pela Confederação Brasileira de Futebol traz caras e bocas de preocupação com o futuro do time piauiense na Copa do Brasil. O Viana é o primeiro adversário do time, que estreia no dia 4 de fevereiro, ainda em local a ser confirmado. As partidas são disputadas em jogos de ida e volta. Para o treinador José Batista, só a vitória interessa.
 - Acredito que não será fácil, o time delas é profissional com jogadoras experientes, sabemos que não podemos errar, já temos de entrar conscientes – afirmou o técnico.
E para ficarem espertas, melhor não demorar. Jogadoras que participaram da histórica campanha na Copa do Brasil já conversam com a diretoria. É o caso da capitã Grazi, além de Juliette e Edylaine, que podem voltar a equipe em 2015.
Pela tabela base divulgada pela CBF, caso as Abelhas Rainhas passem pelo Viana (MA), a equipe pega na segunda fase o vencedor da partida entre Comercial-ES e Kindermann, de Santa Catarina. E na eventual terceira fase a equipe pode chegar a cruzar com a equipe do São José (SP).
- Do outro lado, o grupo ficou um pouco mais fácil, mas é outra competição e temos de montar um time de qualidade para a disputa – afirmou o técnico.

A intenção do time agora é confirmar os jogos em casa para o Estádio Tibério Nunes, em Picos, a grande colmeia das Abelhas Rainhas. A praça esportiva foi fundamental para a campanha do time na Copa do Brasil deste ano

Comercial-PI conquista título N/NE Sub-20 em preparação para Copinha Na reta final de preparação, torneio disputado na cidade de Barras serve como último teste antes do anúncio oficial do elenco que vai à Copa SP dia 1º de janeiro

Por Teresina

Comercial-PI campeão da Copa Norte-Nordeste de Futebol de Base (Foto: Gil Galvão Cm)Comercial-PI campeão da Copa Norte-Nordeste de Futebol de Base. Jogadores vivem dia de expectativa com 
montagem de plantel para Copa São Paulo de Futebol Júnior após conquista de título regional (Foto: Gil Galvão Cm)
No Piauí, a equipe de base do Comercial vive seus dias de Cruzeiro. A equipe de Campo Maior, cidade a 78 km da capital Teresina, vem ganhando todos os campeonatos da categoria dentro do estado enquanto afia a preparação para a Copa São Paulo de Futebol Júnior 2015. No domingo, a equipe conquistou, na cidade de Barras, o troféu Norte Nordeste de Futebol Sub-20 com uma vitória simples, por 1 a 0, diante do Planalto-MA.
O clube será o único representante piauiense na competição após a desistência do 4 de Julho. No grupo F, que terá sede em Bauru, o time estreia em 5 de janeiro contra o Noroeste. Fluminense e Luverdense completam a chave. O plantel do time deve ser definido até terça-feira, quando será anunciado o corte de oito atletas.
A conquista do campeonato estadual de 2014 garantiu ao time azul e branco da Terra dos Carnaubais uma vaga para a disputa da Copinha em 2015. Em sua preparação o time ainda foi semifinalista na Copa Norte, disputada em Belém, e o título Norte-Nordeste em Barras. 
Segundo o técnico Brinquedo, o Norte-Nordeste veio a calhar na preparação do clube para o desafio maior de fazer história no futebol piauiense. Até hoje, em todo o histórico dos clubes piauienses na Copinha, nenhum representante do estado conseguiu chegar até a segunda fase.

- Foi uma competição que veio a calhar. Entramos um pouco mais maduros. Queremos chegar em São Paulo e fazer uma boa competição – alimenta a expectativa. 

Ex-Vasco, Rômulo defende retorno de Eurico: "Linha dura dele é passado" Torcedor, volante do Spartak Moscou cobra organização no Vasco no retorno à elite e manda recado a novo presidente cruz-maltino: "Tem tudo para fazer um bom trabalho"

Por Picos, PI


Desde a saída do Vasco há dois anos, o volante Rômulo tem procurado diminuir a distância entre ele e São Januário. A internet, por conta disto, se tornou aliada. Mesmo defendendo o Spartak na distante Moscou, capital da Rússia, o ex-cruz-maltino mostra que ainda respira o clube que o projetou mundialmente (veja no vídeo acima). Em meio às férias em Picos, cidade natal no interior do Piauí, o meio-campista defendeu mudanças pontuais no time com o retorno à Série A e considerou fundamental um planejamento eficiente para que o trabalho de Doriva flua naturalmente em 2015.
Rômulo ex-Vasco (Foto: Renan Morais/GloboEsporte.com)Rômulo curte férias em sua cidade natal, no interior do Piauí (Foto: Renan Morais/GloboEsporte.com)
- Renovação é crucial para esse retorno à elite. O planejamento e as escolhas certas serão fundamentais para o time dar certo. O mais importante foi voltar a Série A, independente do momento político. Temos que ver, no decorrer do trabalho, o que vai acontecer - emenda entre um ou outro carinho no cachorro de estimação da família.
Rômulo ex-Vasco (Foto: Renan Morais/GloboEsporte.com)Volante adia sonho da torcida de retorno ao Vasco (Foto: Renan Morais/GloboEsporte.com)
A ebulição política que mexeu com o ambiente do Vasco em novembro chamou atenção do jogador. Rômulo, contudo, defendeu o retorno de Eurico Miranda pela experiência que o cartola possui à frente do clube.
- Com o tempo que ele passou afastado do Vasco, creio que possa ter visto que a linha dura dele é coisa do passado. Hoje, tudo se resolve mais amigavelmente. Acredito que Eurico faça uma boa gestão. Tem tudo para fazer um bom trabalho - acrescentou, em seguida.

Com contrato até 2017 com o clube russo, Rômulo evita alimentar falsas esperanças na torcida vascaína com uma possível volta ao Gigante da Colina.

- Retorno agora? Não - encerra, em tom sorridente.

Treinador do Sub-09, Michael Saint Clair comemora temporada perfeita

image
Michael Saint Clair orienta jogadores do sub-09- Foto: Carlos Gregório Jr- Vasco.com.br

Num jogo emocionante, com direito a um gol nos últimos segundos, o Vasco superou o Flamengo e conquistou pela décima-segunda vez o título do Campeonato Carioca de Futsal sub-09. O título coroou uma temporada perfeita da categoria fraldinha, formada neste ano por jogadores nascidos em 2005. Além de vencer o Estadual, o time vascaíno também levou a melhor em três competições importantes da modalidade "Futebol 7": Go Cup, Copa Rio e Campeonato Carioca.

Treinador cruz-maltino desde o início desta temporada, Michael Saint Clair não escondeu a alegria após o árbitro decretar o fim do clássico no Grajaú Country. Ainda na quadra, o técnico lamentou a atuação de seus comandados no jogo decisivo, mas destacou o ótimo desempenho do grupo durante todo o ano de 2014.

- O título foi justo por tudo que a gente fez dentro ano, por tudo que a gente construiu. Fomos campeões invictos de todas as competições do ano. Gosto de lembrar disso, pois não é fácil. Tem muito garoto bom nos outros times, mas conseguimos nos superar. Não fizemos um grande jogo contra o Flamengo, mas fomos melhores. O goleiro deles está de parabéns, agarrou muito hoje. Estou com uma sensação de alívio e dever cumprido - afirmou o treinador.

Outro detalhe festejado por Michael foi a superioridade do Vasco nos clássicos contra o Flamengo. Em 2014, o clube de São Januário venceu sete das oito partidas que disputou contra o rival. A única derrota ocorreu no último sábado (20/12), quando o regulamento permitia. O aproveitamento do time no Campeonato Carioca também foi enaltecido pelo técnico.

- Como vascaíno, eu digo que não tem nada melhor do que ganhar do Flamengo numa final. Nós jogamos contra eles neste ano sete vezes antes desse jogo. Ganhamos todos. O oitavo tinha que ser assim, Deus queria que fosse assim para a gente dar mais valor a esse título. Isso foi bom para a criançada crescer e aprender a jogar na pressão. Foi bom para ver a força do grupo. Tivemos o melhor goleiro, a defesa menos vazada, o melhor ataque, o artilheiro e o maior número de pontos. Tenho muito orgulho dessas crianças. Agradeço também ao meu auxiliar Luiz Serpa, que me ajudou a realizar um grande trabalho - declarou Saint Clair
Texto: Carlos Gregório Júnior

Coringa do Sub-20, Márcio quer realizar seu maior sonho em 2015

image
Márcio é o "coringa" do sub-20 vascaíno- Foto: Marcelo Sadio - Vasco.com.br

Foi em busca de um sonho que Márcio Costa deixou Belém, capital do Pará, para tentar a sorte no Rio de Janeiro. Aos 14 anos de idade, o paraense desembarcou na Cidade Maravilhosa disposto a conquistar uma vaga no elenco de um dos quatro grandes clubes cariocas. Jogador do Paysandu, onde iniciou sua trajetória dois anos antes, o garoto tentou a sorte primeiro no Fluminense, mas acabou não sendo aprovado. Mesmo com a negativa, ele não desanimou e na mesma semana participou de uma avaliação no Vasco da Gama.

Após sete dias treinando no cruz-maltino, Márcio recebeu a resposta que mudou a sua vida: "Parabéns, você agora é nosso jogador". Sem pensar duas vezes, o polivalente atleta deixou tudo para trás, família, vida e amigos, para morar nas dependências do clube de São Januário. Com saudade de casa, o jovem sofreu nas primeiras semanas, mas usou a confiança dos familiares como combustível para se firmar. Com um bom futebol, ele se tornou titular e capitão da geração 95.

- Cheguei ao Vasco no fim de 2009. Foi umas das melhores coisas que aconteceram na minha vida. Costumo dizer que meu maior momento de alegria no clube foi quando soube que fui aprovado no teste. Jogar num clube que tem a maior história do mundo não tem preço. Graças a Deus, tive um bom desempenho em todas as categorias que passei. Tive o privilégio de ser o capitão do juvenil em 2012 - afirmou o paraense.

image
Márcio em ação contra o Santos na Copa do Brasil- Foto: Carlos Gregório Jr- Vasco.com.br

A trajetória de Márcio no Vasco não foi escrita apenas com momentos alegres. No final de 2012, quando estava prestes a ser promovido para o juniores, o garoto sofreu uma fratura no pé direito e ficou quase um ano longe dos gramados. De fora, o meio-campo viu seus companheiros levarem o Gigante da Colina ao tricampeonato da Taça Belo Horizonte, no segundo semestre do ano passado. Agora recuperado, o jogador de 19 anos espera ajudar o cruz-maltino a ter um 2015 vitorioso. 

- Acredito num ano cheio de conquistas. Nada melhor que começar ganhando a Copa São Paulo. Todo o grupo vem trabalhando forte duas vezes por dia. Todos estão unidos e focados. Isso é essencial para conquistar um título. Também espero que o meu sonho seja realizado. Quero vestir a camisa do time profissional do Vasco. Se isso acontecer, irei me esforçar ao máximo para dar orgulho ao torcedor vascaíno - declarou. 

image
Márcio durante treinamento do sub-20 em São Januário - Foto: Carlos Gregório Jr- Vasco.com.br

Volante de origem, Márcio passou a jogar como lateral-esquerdo após as subidas de Henrique e Lorran para o time de cima. Apesar de ter tido um pouco de dificuldade no início, ele se adaptou a nova função e se tornou um dos principais jogadores da equipe sub-20 no segundo semestre. Ao ser questionado sobre onde prefere atuar hoje em dia, o paranaense não fugiu da resposta. 

- Foi uma excelente temporada. Nossa equipe foi longe em todos campeonatos que disputou. Agradeço a Deus por ter feito parte desse grupo maravilhoso. Por ter jogado ao longo do ano como lateral, hoje eu prefiro atuar nessa posição, mas não ficaria chateado se fosse colocado como volante, até porque foi essa posição que me permitiu ter uma no Vasco - disse. 

Uma das armas para a próxima edição da Copa São Paulo, Márcio não esconde de ninguém sua paixão pelo Vasco. Para ele, o Gigante da Colina não é apenas seu local de trabalho, mas sua casa e sua vida. Com exclusividade ao site oficial, o jogador fez juras de amor ao cruz-maltino.

- Me sinto muito feliz no Vasco. O Vasco representa minha vida. É o lugar onde eu passo a maior parte do meu tempo desde a infância. Posso dizer que hoje o clube é tudo para mim - garantiu o polivalente jogador.

image
Paraense Márcio é ums das armas do Vasco na Copinha-  - Foto: Carlos Gregório Jr- Vasco.com.br
Texto: Carlos Gregório Júnior

domingo, 21 de dezembro de 2014

ESPETACULAR! Lyoto nocauteia CB Dollaway em um minuto no UFC Barueri

Lyoto aplica chute que acabaria com a luta logo no primeiro round - Jéssica Portasio© Fornecido por Ag. Fight Lyoto aplica chute que acabaria com a luta logo no primeiro round - Jéssica Portasio
Valeu a pena ter ficado acordado até as 4h da madrugada de domingo (21) para ver a luta principal do UFC Barueri. Em apenas 1min02s do primeiro round, Lyoto Machida nocauteou o americano CB Dollaway e presenteou os fãs que compareceram ao Ginásio José Corrêa.
Após começar a luta com o seu tradicional jogo de carateca, onde espera o adversário tomar a postura de ataque, Lyoto esperou o momento certo e acertou um chutaço que explodiu nas costelas do de Dollaway. O americano sentiu demais o golpe, recuou e apenas tentou se proteger dos socos que o baiano desferia até o árbitro interromper o combate. Ainda dentro do octógono, Lyoto mostou que ainda mira o cinturão dos médios (84 kg) que hoje pertence a Chris Weidman.
"Queria agradecer a todos que vieram de longe. Muito obrigado por virem aqui e pelo carinho. CB é um cara duro, mas meu golpe entrou e ele sentiu. Ele merece o nosso respeito. Estou esperando Dana White decidir quem é o próximo porque o meu objetivo ainda é o cinturão", declarou o vencedor.
Atual número 4 do ranking dos médios, Lyoto Machida possui um cartel de 22 vitórias e cinco derrotas no MMA. Ex-campeão dos meio-pesados (93 kg), ele disputou também o cinturão dos médios, mas perdeu por decisão para Weidman em julho deste ano. Essa vitória diante de Dollaway recoloca Lyoto no bolo dos melhores da categoria e faz o brasileiro sonhar em ainda ganhar nova chance pelo título.
CARD PRINCIPAL
Lyoto Machida venceu CB Dollaway por nocaute no primeiro round;
Renan 'Barão' venceu Mitch Gagnon por finalização (katagatame) no terceiro round;
Patrick Cummins venceu Antonio 'Cara de Sapato' por decisão unânime dos juízes;
Rashid Magomedov venceu Elias Silvério por nocaute no terceiro round;
Erick Silva venceu Mike Rhodes por finalização (triângulo de braço) no primeiro round;
Daniel Sarafian venceu Junior 'Alpha' por intervenção médica (dedo quebrado) no segundo round.

CARD PRELIMINAR
Marcos 'Pezão' venceu Igor Pokrajac por nocaute no primeiro round;
Renato 'Moicano' venceu Tom Niinimaki por finalização (guilhotina) no segundo round;
Hacran Dias venceu Darren Elkin por decisão unânime dos juízes;
Leandro Issa venceu Ulka Sasaki por finalização (crossface) no segundo round;
Tim Means venceu Márcio 'Lyoto' por decisão dividida dos juízes;
Vitor Miranda venceu Jake Collier por nocaute no primeiro round.

Meninos do Sub-08 perderam decisão da Talents Cup nos pênaltis

image
Sub-08 perdeu a decisão da Talents Cup- Foto: Divulgação/Talents Cup

Campeã do Campeonato Carioca no último sábado (20/12), a categoria fraldinha por pouco não conquistou mais um título para o Vasco da Gama na tarde deste domingo (21). Com seu time sub-08, formado por atleta nascidos em 2006, o cruz-maltino enfrentou o Cespro/São Caetano na grande decisão da Talents Cup, competição que é considerada o Campeonato Brasileiro da faixa etária.

Em Guarulhos, São Paulo, os pequenos vascaínos perderam para a equipe paulista por 3 a 2 nos pênaltis. No tempo normal, o duelo terminou empatado em 2 a 2. Rayan marcou os dois gols. Apesar do insucesso, o Vasco fez uma grande campanha no torneio. O Gigante da Colina levou a melhor em cinco das seis partidas que disputou (veja o retrospecto abaixo).

Com oito gols, o ala Rayan foi o artilheiro cruz-maltino no torneio. Carlinhos, com cinco, e Matheus, com quatro, também se destacaram. Outro que brilhou foi Dentinho, autor do gol que colocou o time de São Januário na semifinal do campeonato nacional. Na Talents Cup, o Vasco foi comandado pelo treinador Marcos Antônio Avelar

Campanha do Vasco na Talents Cup sub-08


Primeira fase: 18/12/2014- Vasco da Gama 5 x 3 Portuguesa (SP)- Rayan (2), Carlinhos, Dentinho e Matheus
Primeira fase: 19/12/2014- Vasco da Gama 4 x 3 União Guarulhense (SP)- Rayan (2) e Matheus (2)
Primeira fase: 19/12/2014- Vasco da Gama 3 x 2 Mackenzie (RJ)- Rayan e Carlinhos (2)
Quartas de final: 20/12/2014- Vasco da Gama 1 x 0 Bixiga (SP)- Dentinho
Semifinal: 21/12/2014- Vasco da Gama 4 x 2 União Guarulhense (SP)- Rayan, Dentinho, Matheus e Carlinhos (2)
Final: 21/12/2014- Vasco da Gama 2 (2) x 2 (3) CESPRO/São Caetano (SP)- Rayan (2)
Texto: Carlos Gregório Júnior

Campeão da Taça BH em 2013, Eron confia em boa campanha na Copinha

image
Eron disputará sua primeira Copinha pelo Vasco- Fotos: Carlos Gregório Jr- Vasco.com.br

Contratado no início da última temporada para suprir a carência na lateral direita, Erondson Noberto da Cruz Silva, o Eron, completará em fevereiro dois anos de Vasco da Gama. Ao longo desse período, o jovem de 19 anos passou por mais momentos alegres do que tristes. Apesar de ter ficado afastado dos gramados durante um período por conta de uma lesão, o camisa 2 foi titular durante a conquista da Taça Belo Horizonte e iniciou a maioria das partidas que o time sub-20 disputou nos últimos meses.

Seu bom desempenho na base o levou ao time profissional. Nesta temporada, no mês de abril, o atleta foi relacionado pela comissão técnica para o jogo de estreia do Gigante da Colina na Copa do Brasil. Eron não chegou a entrar em campo, mas viu de perto como funcionam as coisas na equipe de cima. A sensação de estar ao lado de jogadores com vasta experiência no futebol foi festejada pelo atleta.

- Com certeza meu grande objetivo é chegar ao time profissional. Espero conseguir isso com muita luta e trabalho. Estar lá em cima, viajar com o time e treinar com o time é algo muito bom. Acho que não tem experiência melhor. É esse um dos motivos me faz continuar lutando cada dia - disse o jogador.

image
Eron durante treinamento do sub-20 em São Januário

Natural de Natal, capital do Rio Grande do Norte, Eron iniciou sua trajetória no Girona (ESP) e chegou a treinar no Barcelona (ESP), mas foi o Ceará o único clube brasileiro que ele defendeu antes de acertar sua transferência para o clube de São Januário. O jogador, que possui a velocidade e a força como suas principais virtudes, se sente um vitorioso por atuar num dos gigantes do futebol brasileiro.

- Todo esse tempo no Vasco me trouxe muito aprendizado. Sabia que não seria fácil, tive momentos bons e ruins, mas jogo no Vasco. É um time grande e por isso tenho que estar preparado para superar qualquer tipo de obstáculo. Estar num clube como o Vasco já é uma conquista grande. Espero que o ano de 2015 seja de muitas vitórias. Vou fazer de tudo para fazer uma boa Copa São Paulo e conquistar de vez um espaço no profissional - afirmou o potiguar.

image
Em 2014, Eron não disputou a Copinha por conta de uma lesão

A próxima Copa São Paulo será a primeira do lateral-direito com a camisa do Vasco. Por estar machucado, Eron acabou não sendo relacionado para a edição deste ano. Com experiência no torneio, já que a disputou em 2013 com a camisa do alvinegro cearense, o garoto acredita que o cruz-maltino possui um elenco capaz de brigar pelo título. Conquistar o bicampeonato da Copinha é o grande desejo do potiguar.

- Todos os companheiros estão bem focados. Nosso grupo tem qualidade e está demonstrando isso durante os treinamentos. Todos os jogadores estão treinando no limite. Isso é bom. Sabemos das dificuldades, mas estamos muito confiantes. Tenho certeza que iremos brigar pelo título - declarou o atleta.

A caminhada vascaína no torneio nacional se inicia no próximo dia 04 de janeiro, em Taubaté (SP), contra o Araxá, de Minas Gerais. Três dias depois, 07, o adversário será o Serrano (BA). Já no dia 10, o duelo será contra o time da casa, o Taubaté. Em 2015, o Vasco buscará o bicampeonato do torneio. O Gigante da Colina foi o grande campeão da Copa São Paulo no ano de 1992.

image
Eron foi titular no amistoso contra o Boavista- Fotos: Carlos Gregório Jr- Vasco.com.br
Texto: Carlos Gregório Júnior

Com gol no fim, Sub-09 bate Flamengo e conquista o Campeonato Carioca

image
Sub-09 conquistou o Estadual em cima do Flamengo- Fotos: Carlos Gregório Jr- Vasco.com.br

A manhã deste sábado (20/12) foi de alegria para o Vasco da Gama no Futsal. Pela grande decisão do Campeonato Carioca sub-09, o Gigante da Colina chegou a perder por 2 a 0 no tempo normal, mas empatou com o Flamengo na prorrogação e conquistou pela décima-segunda vez o título da importante competição estadual.

O gol do título cruz-maltino foi marcado pelo ala Gustavo Maia nos últimos segundo do tempo extra. Artilheiro do fraldinha na temporada, Agner Moura anotou o outro tento vascaíno no clássico.

O JOGO 

Invicto na temporada, o sub-09 entrou em quadra necessitando apenas de um empate para levantar o troféu. Adquirida no primeiro jogo graças a uma vitória pelo placar de 4 a 1, a vantagem não fez o time cruz-maltino relaxar na partida. Com boas tramas ofensivas, o clube de São Januário levou perigo várias vezes no tempo normal. As redes só não foram balançadas devido a algumas grandes defesas do goleiro rubro-negro.

image
Momento do jogo entre Vasco e Flamengo no Grajaú Country

Recuado e apostando nos contra-ataques, o Flamengo aproveitou dois vacilos da retaguarda vascaína, um no primeiro e outro no segundo tempo, para marcar dois gols e levar a decisão do título para a prorrogação. No tempo extra, o Vasco partiu para cima e logo inaugurou o marcador com Agner Moura. Na sequência, porém, depois de dois erros da defesa do Gigante da Colina, o clube da Gávea virou a partida, para o desespero dos torcedores presentes.

Veio segundo tempo e com ele uma enorme pressão vascaína. Nos últimos segundo, após Agner e Leandrinho desperdiçarem boas chances, Gustavo Maia acertou um belo chute após bate-rebate na área do Flamengo e decretou a vitória cruz-maltina no Ginásio do Grajaú Country.

FESTA E PREMIAÇÃO

image
Treinador Michael Saint Clair comemora ao lado dos jogadores

O apito final deu início a uma bela festa dentro das quatro linhas. Familiares, amigos e torcedores invadiram a quadra de jogo para parabenizar e abraçar os atletas, que não conseguiram esconder a emoção com o resultado obtido diante do clube da Gávea.

Goleador do futsal vascaíno em 2014, Agner Moura foi o mais festejado. O jovem da geração 2005 chegou a receber da FFSERJ o troféu de artilheiro do Carioca. Quem também foi premiado foi o goleiro João Pedro. O camisa 1 foi o grande comandante da defesa menos vazada da competição.

Por fim, para encerrar a temporada, ocorreu a entrega das medalhas e do troféu. Com gritos de "Vasco", os Meninos da Colina comemoraram o quarto título da temporada. Em 2014, o sub-09 também venceu a Go Cup, a Copa Rio de Janeiro de Futebol 7 e o Campeonato Carioca de Futebol 7.

ELENCO CAMPEÃO

João Pedro e Enrico (goleiro); Leonardo Souza e Matheus Binato (Back); Leandro Viana, Gustavo Maia, Lucas Costa, Gabriel de Souza e Fagner Souza (Ala esquerdo); Agner Moura e Enzo Moreira (Ala direito); Breno Oliveira, Lucas Almeida e Juan Ferreira (Pivô).

image
Gustavo, Leandrinho, Agner e João Pedro

image
Artilheiro Agner posa para foto com seus familiares- Fotos: Carlos Gregório Jr- Vasco.com.br
Texto: Carlos Gregório Júnior